Pesquisas & News

Nesta categoria você encontrará textos com as últimas pesquisas, notícias e novidades a respeito das doenças inflamatórias intestinais – doença de Crohn e a colite ulcerativa (retolite ulcerativa).

Aqui você encontra: pesquisas relacionadas às doenças inflamatórias intestinais, notícias sobre doença de Crohn e colite ulcerativa etc.

A DOENÇA DE CROHN, A COLITE ULCERATIVA E O CÂNCER DE PELE

A DOENÇA DE CROHN, A COLITE ULCERATIVA E O CÂNCER DE PELE

5 minutos O verão já chegou! Como ficam os cuidados para prevenção do câncer de pele? E o que isso tem a ver com as doenças inflamatórias intestinais (doença de Crohn e colite ulcerativa)? Você sabia que um recente estudo indicou que as doenças inflamatórias intestinais (DII) podem aumentar o risco de câncer de pele do tipo melanoma? Então, se você tem doença de Crohn ou colite ulcerativa é muito importante manter contato com uma equipe médica multidisciplinar e isso inclui visitas frequentes ao dermatologista. Continue lendo

Gostou?
NA IRLANDA, METADE DOS DOENTES DE CROHN DEIXAM SEUS EMPREGOS

NA IRLANDA, METADE DOS DOENTES DE CROHN DEIXAM SEUS EMPREGOS

2 minutos Um relatório divulgado pelo Ministro do Emprego da Irlanda, Ged Nash, revelou que quase metade das pessoas que sofrem de Doença de Crohn foram forçadas a sair do emprego por causa da doença. Nash é um dos cerca de 20.000 pacientes que sofrem da doença na Irlanda. O Ministro de 39 anos foi diagnosticado com doença de Crohn ainda adolescente e diz que a doença mudou sua vida completamente. Hoje, ele é um dos que esperam impulsionar uma nova estratégia global para ajudar os Continue lendo

Gostou?
Talidomida pode ajudar crianças com doença de Crohn

Talidomida pode ajudar crianças com doença de Crohn

3 minutos A talidomida, um medicamento taxado de vilão após causar uma devastadora onda de defeitos congênitos na década de 1950, pode ajudar a tratar crianças com doença de Crohn (DC) que não responderam a outros medicamentos. Isso é o que sugere uma nova pesquisa. Após oito semanas de tratamento, mais de 46% das crianças portadores de doença de Crohn que tomaram talidomida tinha atingido a remissão, em comparação com as cerca de 11% que haviam sido administradas com placebo inativo. A remissão ainda Continue lendo

Gostou?
Câncer de intestino – detectar​​, prevenir e combater

Câncer de intestino – detectar​​, prevenir e combater

4 minutos Você sabia que março é o mês mundial para a conscientização do câncer de intestino? Pois é! E o câncer de intestino (de cólon ou colorretal) é a segunda causa mais comum de morte relacionada ao câncer nos EUA. Ele mata mais pacientes que os câncer de mama ou de próstata. Só nos EUA existem mais de 138 mil novos casos por ano, além de 55 mil mortes/ano. Mas, você sabia que o diagnóstico precoce oferece melhor chance de cura, resultando em uma Continue lendo

Gostou?
Dietas para controle da Colite Ulcerativa & Doença de Crohn

Dietas para controle da Colite Ulcerativa & Doença de Crohn

5 minutos Ultimamente quatro tipos de dietas estão se tornando muito populares ao redor do mundo no tratamento das Doenças Inflamatórias Intestinais (retocolite ulcerativa e doença de Crohn), além da Síndrome do Intestino Irritável e da doença celíaca. São elas a dieta Paleo, a SCD (Specific Carbohydrate Diet ou DICE – Dieta do Carboidrato Específico), a PRIMAL e a GAPS – Gut and Psychology Syndrome. Gostou?

Gostou?
Pacientes de doença inflamatória intestinal tem maior risco de AVC e infarto

Pacientes de doença inflamatória intestinal tem maior risco de AVC e infarto

1 minuto De acordo com um novo estudo apresentado por pesquisadores da Mayo Clinic, os pacientes de doenças inflamatórias intestinais (DII) possuem risco aumentado de sofrerem um acidente vascular cerebral (AVC) ou um ataque cardíaco. O estudo foi apresentado no Encontro Científico Anual de  Gastroenterologia, entre os dias 11 e 16 de outubro, em San Diego, EUA. Foram realizados nove estudos e analisados mais de 150 mil pacientes de DII Gostou?

Gostou?
A cannabis (maconha) e a doença de Crohn

A cannabis (maconha) e a doença de Crohn

1 minuto Nas minhas pesquisas sobre a doença de Crohn, encontrei no site Diário da Erva uma notícia datada de 21-dez-2011 que o consumo de cannabis (maconha) estaria associada a uma redução na atividade da doença, segundo um estudo publicado no The Israel Medical Journal. Fui pesquisar na fonte e, de fato, o estudo existe e pode ser lido aqui. Gostou?

Gostou?
Ex-NFL treina para meia maratona da Fundação de Crohn e Colite

Ex-NFL treina para meia maratona da Fundação de Crohn e Colite

4 minutos Nas 12 temporadas na NFL – incluindo nove jogando pelo Miami Dolphins – o cornerback Sam Madison praticava mas de 5 horas por dia para conseguir correr e agarrar os wide receivers do time adversário. Depois de se aposentar, ele permaneceu ativo, mas mudou a rotina. Na verdade, ele não levantou pesos em quase quatro anos, o que o levou a perder 10 kg de massa muscular, mesmo se exercitando diariamente. Madison, que ao longo do ano treina jogadores de futebol que Continue lendo

Gostou?
A diferença entre Crohn, Colite Ulcerativa e DII

A diferença entre Crohn, Colite Ulcerativa e DII

5 minutos Muitas vezes me perguntam se eu tenho doença de Crohn ou DII (Doença Inflamatória Intestinal), como se fossem coisas distintas. Outras pessoas ainda pensam que doença de Crohn e colite ulcerativa são a mesma coisa, com nomes diferentes. Ou seja, existe uma confusão por parte do público sobre o que é doença de Crohn (DC), colite ulcerativa (ou retocolite ulcerativa – RCU) e doença inflamatória intestinal (DII). Encontrei um artigo em inglês excelente que demonstra as diferenças entre Crohn, Colite Ulcerativa e DII, Continue lendo

Gostou?
Campanha: Seu intestino mudou?

Campanha: Seu intestino mudou?

1 minuto Ontem soube que o Grupo de Estudos de Doenças Inflamatórias Intestinais (GEDIIB) lançou uma campanha educativa bem legal: “Seu intestino mudou”? A campanha surgiu após uma pesquisa revelar que brasileiro não conhece as Doenças Inflamatórias Intestinais (DIIs) e, na presença de alguns de seus sintomas (como dor abdominal e sangue nas fezes) a maioria prefere se automedicar ou “espera passar”. Outra pesquisa, dessa vez na Europa, indicou que as DIIs cresceram até 15 vezes nas últimas cinco décadas. Diarreia contínua, às vezes com Continue lendo

Gostou?